Total de visualizações de página

terça-feira, 30 de agosto de 2011

Faça sua parte para mudar o Meio Ambiente


Você sabe quanto tempo alguns materiais precisam para se decompor?


·         Embalagens plásticas: mais de 100 anos
·         Papéis: de 3 a 6 meses
·         Latas de alumínio: 100 anos
·         Tampa de Garrafa: 150 anos
·         Vidro: mais de 10.000 anos
Curiosidades
Nas ruas da cidade de São Paulo existem mais de 25 mil catadores de lixo reciclável. É um trabalho de "formiguinhas" que merece ser valorizado.
Cada brasileiro que viva até 70 anos de idade vai produzir 25 toneladas de detritos
O Brasil produz cerca de 220 mil toneladas de lixo por dia. Menos de 5% do lixo urbano é reciclado
O lixo causa enchentes entupindo bueiros e diminuindo a vazão de água. É um dos maiores problemas da sociedade moderna. É uma bomba-relógio. Calcula-se que 30% do lixo brasileiro fique espalhado pelas ruas das grandes cidades
Para a fabricação de uma tonelada de papel são consumidas 17 árvores.
Com 40 kg de papel velho se evita o corte de uma árvore.
Se 1 milhão de pessoas usarem o verso do papel para escrever e desenhar, a cada mês será preservada uma área de floresta equivalente a 18 campos de futebol.
A reciclagem de uma única latinha de alumínio economiza energia suficiente para manter um aparelho de TV ligado durante três horas

A POLÍTICA DOS 3 RS

Certamente já ouviu falar da política dos 3 Rs. Reduzir, reutilizar e reciclar. Saiba o que fazer para contribuir para cada uma destas metas e dar uma mãozinha ao ambiente.

REDUZIR, REUTILIZAR E RECICLAR

Reduzir o desperdício,
Reutilizar sempre que for possível antes de jogar fora, e
Reciclar, ou melhor: separar para a reciclagem.
O termo reciclagem, tecnicamente falando, não corresponde ao uso que fazemos dessa palavra, pois reciclar é transformar algo usado, em algo igual, só que novo.
Por exemplo, uma lata de alumínio, pós-consumo, é transformada, através de processo industrial, em uma lata nova.
Quando transformamos uma coisa em outra coisa, isso é reutilização.
O que nós, como indivíduos, podemos fazer é praticar os dois primeiros R's: reduzir e reutilizar.
Quanto à reciclagem, o que nós devemos fazer é separar o lixo que produzimos e pesquisar as alternativas de destinação, ecologicamente corretas, mais próximas.
Pode ser uma cooperativa de catadores ou até uma instituição filantrópica que receba material reciclável para acumular e comercializar.
O importante é pensarmos sobre os 3 R's procurando evitar o desperdício, reutilizar sempre que possível e, antes de qualquer coisa.

SEPARar O LIXO



Este é o princípio de uma boa coleta seletiva. Uma correta separação dos materiais torna o sistema mais eficiente e econômico; tenha um local para o papel, outro para o vidro, outro para as embalagens de metal e plástico e outro para a fração orgânica. Depois os deposite nos locais adequados.
As embalagens devem estar limpas, escorridas  antes de as depositar nos locais apropriados.
Não coloque embalagens de diferentes materiais umas dentro das outras ou dentro de sacos atados; na fase de triagem os operadores não podem desatar sacos.
Não ponha nos locais de coleta seletiva objetos cortantes, produtos tóxicos, mal cheirosos ou sujos.
Reduza a quantidade de papel gasta, utilizando ambos os lados da folha.
Recicle o óleo de motor ou certifique-se que a sua oficina o faz.
Mantenha os produtos perigosos (como inseticida, tintas ou diluentes) em local seguro e use-os até ao fim.
Não coloque as pilhas usadas no lixo comum, existem locais próprios onde as pode depositar.
Sensibilize as pessoas que conhece para terem em conta estes conselhos.
           

O QUE PODEMOS FAZER?


Evite comprar produtos que não necessita.
Compre produtos reciclados ou biodegradáveis sempre que possível.
Não utilize sacos plásticos se vai comprar apenas um ou dois produtos.
Quando for às compras opte pela utilização de sacos de pano, caso seja necessário prefira os de papel aos de plástico.
Evite os produtos com embalagens de plástico ou com excesso de embalagens, são mais caros e produzem mais resíduos.
Todos os resíduos de embalagem encaminhados para reciclagem devem apresentar-se limpos. No caso de serem recipientes devem estar ainda vazios e sem tampa.
Guarde os seus alimentos em recipientes que possam voltar a utilizar e não em folha de alumínio ou filme plástico.
Utilize a fração orgânica do seu lixo doméstico para fazer adubo para o seu jardim ou horta, evitando os compostos químicos.


Texto extraído de um site de reciclagem.


O problema do lixo não acaba quando o colocamos para fora de nossa casa. É aí que ele começa. Pense nisso!
 

3 comentários:

Denise Malafaia Cerqueira disse...

Su, muito boa as informações.
Gosto muito deste assunto tão necessário, né?
Olha eu sou alguém que não desperdiça, que reutiliza. Procuro seguir algumas medidas que na sua postagem está registrado. Na medida do possível, e quando não me esqueço procuro cooperar com a reciclagem. Separo meu lixo, reutilizo todas as cascas de legumes, inclusive de cebola e alho, cascas de algumas frutas. Vou ao supermercado e no sacolão com minhas sacolas de tecido.
Só que "o uso do cachimbo faz a boca torta", como diz o ditado popular, né? A gente passou a vida toda fazendo errado, ai fica difícil começar a fazer a coisa certa de uma vez.
Só que tem uma coisa que não ajuda, não temos um trabalho efetivo, bem direcionado e intenso a esse respeito. Deveria haver um programa do governo de peso para que a população começasse a praticar estas coisas. Por exemplo, onde temos as lixeiras de coletas seletivas nos bairros? Nem as vejo para venda nas lojas. Como vamos fazer para levar nosso lixo à uma coleta seletiva? Muito difícil. Nas ruas não vemos estas lixeiras, que deveria ter. Não há incentivo e nem vontade política. Sei lá, aqui no Brasil fica impraticável com tantos empecilhos.
Em cidades de interior nem tem locais específicos para reciclagem.
Ah...é uma pena que um país como o nosso em franco crescimento nada seja feito nesta direção.
Legal você ter feito esta postagem.
Este é um trabalho de formiguinhas... de passarinhos...
Vamos lá, tomara que a coisa mude.
Nós, principalmente, que somos do Senhor precisamos como bons mordomos fazer a nossa parte.
Bjs, seja abençoada em nome de Jesus!

Denise Malafaia Cerqueira disse...

Caramba, fiz uma nova postagem...kkkkkkk!

Malafaia disse...

Rsrs...Este espaço é para isso mesmo,para informação, debates, alerta...Quantas coisas temos que mudar! Mas é como você falou,esse é um trabalho de formiguinhas. Cada um deve, como cidadão fazer sua parte.
Dê, quando fui para fora do país foi que percebi como temos que aprender em educação,em conscientização!
Em Portugal em cada esquina tem lixeiras de coletas seletivas, isso lá é comum, as pessoas estão acostumadas.
Precisamos mudar muito!Vamos chegar lá!
Obrigada pelo comentário.Bjus.