Total de visualizações de página

sábado, 15 de outubro de 2011

O que tenho presenciado na nova geração que ingressa no mercado de trabalho




Tenho me preocupada com a nova geração de trabalhadores. Observo e acompanho de perto, pessoas que iniciam sua vida profissional, e pasmem, cada vez mais sem perspectiva, indecisos, imaturos, não pela idade nem por estarem começando uma atividade que desconhecem, mas por falta de preparo e direção.
Vim de uma época que o estudo era levado a sério. Os pais eram mais rígidos, e cobravam mais, e isto refletia melhor na vida profissional.
Todos necessitamos de trabalho para viver, assim como as empresas necessitam de profissionais preparados  para sobreviver no mercado competitivo, mas a grande maioria pensa que só as empresas que precisam deles. Pessoas egoístas, mal educadas, sem limites. Estou realmente preocupada com que vejo. Pessoas que desconhecem hierarquia, não cumprem ordem, resmungadores, mal humorados...o que está acontecendo com esta geração? Vejo pessoas se arrastando, contando as horas de trabalho como horas de escravidão. Arrastando a cada dia como se estivesse atados às suas pernas um peso; olhando para o relógio desde o momento que chega até a hora que sai. Tudo o que querem: “venha a nós o seu reino”.
A mudança é urgente e inevitável!  Escolham uma forma de viver que seja melhor! Não importa a função que se tem dentro de uma empresa ( subalterna, árdua, entediante...) faça o seu melhor; faça como se isto dependesse sua entrada em um lugar que você sempre sonhou trabalhar é assim que se começa a construção de um ideal.  Decida a mudança hoje, ainda há tempo! Estude, aprenda se relacionar com os colegas de trabalho, boas maneiras é fundamental, faça de seu trabalho uma extensão do local onde você se sente bem, faça além do que é designado a fazer, respeite hierarquia, se mostre solícito! Você tem em suas mãos a chave para se libertar. A única coisa que precisa fazer é mergulhar no trabalho com entusiasmo, com iniciativa e com amor, e os grilhões se soltarão das pernas. Você não é uma peça da engrenagem. Você é a própria engrenagem, e precisa provar isto. Como? Demonstrando com ação que é muito mais valioso do que as moedas com que te pagam atualmente. Essa tarefa de agora é apenas uma tarefa intermediária. Deus tem planos maiores para você, mas esses planos nunca se concretizarão por acidente. Precisam fazer jus ao privilégio de enfrentar maiores desafios. Saibam que independente de como vocês estão hoje, usando a chave com sabedoria, a recompensa virá regada de grandes oportunidades. Creia nisto!

Por Sueli Malafaia

4 comentários:

Denise Malafaia Cerqueira disse...

Que texto legal!
Muito relevante mesmo falar sobre estas coisas, Su.
Fico impressionada como as pessoas têm encarado a vida.Sejam os que já estão no mercado de trabalho sejam os que ainda estão estudando.Parece que estão sempre empurrando com a barriga as coisas que precisam fazer para que alcancem seus objetivos.
Hoje na escola, fazendo um trabalho com uma turma de 9º e 8ºano, sobre o livro pará-didático adotado pela escola, e que foi apenas um livro para todo o ano, fiquei admirada com o descaso dos alunos a respeito de ler o livro.
Impressionante o desinteresse da maioria da turma em cumprir as metas para que eles mesmos sejam beneficiados com a leitura do livro. Um livro de fácil leitura, com assuntos de interesse deles e nada os motiva a não ser que tenham algum retorno que compense tal feito. No caso uma alta nota numa matéria em que estejam com nota baixa, mesmo que nada tenha a haver uma coisa com a outra.
Fico pensando no que vai ser desta geração!
Deus salve este povo.
Bjs, maninha!

Malafaia disse...

Dê, de fato tenho me preocupado com este alarmante quadro descrito, e a tendência, pelo andar da carruagem, é piorar. Como você relata, os alunos de hoje, em sua maioria procede desta forma.Só Deus para atuar com sua misericórdia, e nos salvar deste quadro triste e alarmante que nos encontramos! Bjus

Eva disse...

Sueli, obrigada pela visitinha, adorei teu blog, estou seguindo feliz da vida, bjinhos, boa semana.

Malafaia disse...

Oi Eva! Fico imensamente feliz por sua visista! Seja sempre bem-vinda, bjus...Um ótimo final de semana!