Total de visualizações de página

sexta-feira, 6 de abril de 2012

Somos responsáveis



Tenho observado que as pessoas caminham para a insensíbilidade, para o desrespeito, e para o desamor a passos largos. A humanidade tem olhado mais para as coisas e cuidado melhor delas, do que das pessoas. Triste constatação! A realidade, muitas vezes me assusta, mas não por desinformação, porque a palavra de Deus adverte-nos sobre esta realidade “E, por se multiplicar a iniqüidade, o amor de muitos esfriará”. Mateus 24 -12. Até quando esta realidade estará presente em nossas vidas? Tem um ditado que diz “Pelo andar da carruagem logo se vê quem vai dentro” É... Olhando pelo lado humano, realmente a resposta seria bem lógica: não, não existe saída, porém pelo lado espiritual, que a maioria acha ilógica, sim, existe uma saída, Jesus Cristo, este é o caminho, esta é a resposta e sempre será para todas as indagações e crises existênciais do ser humano!

 Mas o que me levou a postar no blog este assunto?

 Trabalho diretamente com pessoas. Tenho sob minha responsabilidade alguns supervisores e alguns outros tantos funcionários. Eles têm constantemente reclamado, sobre como os clientes, uma maioria bem expressiva, estão insensíveis no tratamento. Pessoas que fazem questão de humilhar, espizinhar, levar vantagem, e tem ainda uns que partem, até para agressão física, se deixar. Esta é a realidade que estamos vivendo. Onde iremos parar? Daqui a bem pouco, não teremos ninguém que queira trabalhar em funções que envolvam atendimento pessoal. No mês de março retornei de minhas férias. Ao retornar, no primeiro dia, me deparei com um grupo de profissionais estressados, desanimados, totalmente desmotivados, sem saber como resolver situações que estão além do entendimento deles. Como entender pessoas que esfregam a carteira de identidade no rosto de um atendente, porque ele pediu que a apresentasse ou entender a humilhação de afirmarem que os atendentes estão ali, porque não estudaram... Estes e outros tantos exemplos temos vivenciado no trabalho. Muitos conseguem ser ajudados, mas a grande maioria não. 

Sou membro da PIB do Recreio, aproximadamente seis anos. Como tem crescido espiritualmente, a igreja, e todos que ali congregam! O que tem feito a igreja crescer desta forma?  Passamos a fazer o que toda igreja de Cristo precisa fazer... Olhar para fora do grande e lindo templo! Simples não acham? Infelizmente a resposta não é tão simples assim, porque mesmo sendo pessoas chamadas para servir, para ajudar àqueles que necesssitam, muitos, ainda, não agem da forma que Cristo ensinou. Esta realidade tem mudado em muitas comunidades cristãs, muitos estão ouvindo a voz de Deus, se levantando e caminhando em direção as pessoas que estão clamando por quem as ajudem.Outras tantas, porém, tem fechado os ouvidos para não ouvir o clamor de pessoas de sua própria convivência. 
A sensibilidade, o amor, o carinho, se demonstram, não só com o falar, mas principalmente com o agir. Muitos, como vêem no ínício de minha postagem, estão precisando quem as ajudem. A igreja de Cristo precisa se levantar e assumir esta missão que Jesus nos deixou. O exemplo acima mostrá-nos como estão as pessoas, e como caminha a humanidade. Até quando iremos nos calar, até quando os deixaremos sem respostas? 
Queridos, a única saída para que a nossa observação e experência do dia a dia mude, depende muito mais, de como vivemos, do que falamos. Temos mostrado com o nosso viver, de como Jesus nos mudou? Precisamos agir! Quem conhece o amor de Jesus sabe que ELE muda o modo de viver em 360 Graus, mas precisamos que todos, que conhecem este amor, ajam, pois “uma andorinha não faz verão”.
Igreja de Cristo, fomos chamados para servir e para falar deste amor. Temos responsabilidade sobre estas vidas! Minha oração é que cada um de nós, se moblilize em ajudar o nosso próximo. Amém!

Por Sueli Malafaia

2 comentários:

Denise Malafaia Cerqueira disse...

Amei a palavra forte e contundente. Um verdadeiro chamamento.
Tomara que, pelo menos, eu e você, nós que temos experimentado de Deus e da sua palavra, possamos caminhar nesta direção que é aquela dado pelo Senhor da igreja: "Aquilo que quereis que os outros vos faça, fazei vós também."
Que bom que você voltou a postar, Su!
Bjs e paz.

Malafaia disse...

Oi Dê, como sempre você participando! Obrigada pela palavra, sempre muito bem colocada. Um gd beijo!